Gilmar dos Reis

Viva a Banda
13:00 às 14:00

Segunda-feira, 17 de Julho de 2017 - 08h55 - Atualizado em: Segunda-feira, 17 de Julho de 2017
Jogadores do São Paulo veem falta de confiança, mas falam em trabalho
O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Vasco, no Morumbi
Foto: Márcio Cunha / Especial

O São Paulo chegou ao oitavo jogo seguido sem vitória na temporada após ser derrotado pela Chapecoense, por 2 a 0, em Chapecó.

O placar adverso, a instabilidade na defesa e a inoperância ofensiva são reflexos da fase ruim pela qual passa o time agora dirigido por Dorival Junior. Para os jogadores, a falta de confiança será corrigida com muito trabalho.

Petros, na saída de campo, foi um dos que tocaram no tema da confiança. O meio-campista ressaltou a desatenção nos gols e lamentou a derrota, mas cobrou trabalho em busca de reação.

- Time sem confiança não pode levar gol. Tem de eliminar o mais rápido possível. Tem de fazer gols e a confiança vai voltando. É inevitável. Temos de trabalhar para reagir. Viemos com uma proposta, e mais uma vez com bola parada, tomamos um gol. Desatenção. É levantar a cabeça, assumir a responsabilidade e trabalhar - afirmou Petros.

Outro a citar o trabalho como solução para sair da má fase foi Renan Ribeiro. O goleiro procurou também não abordar questões pontuais da partida e rechaçou a possibilidade de time carregar mais fardos neste momento.

- Temos de pensar no jogo e na vitória. Não podemos trazer mais um peso. Temos de trabalhar para sair dessa situação. Não adianta ficar mantendo situações. Vamos trabalhar, unir a equipe, juntar nossas forças para sair. Não é momento para questionar momentos da partida. Temos de nos fechar, nos blindar, que só assim poderemos sair dessa situação - declarou Renan.

Segundo Bruno, trabalho não está faltando para os atletas, mas não vê outra alternativa possível para momentos como o vivido atualmente pelo Tricolor.

- A gente fica preocupado pela situação. O time não está ganhando. Essa fase em que a gente trabalha, trabalha, e a bola não está entrando. Mas é trabalhar para sair o mais rápido possível. Tem que tirar esse ânimo de onde não tem, tem que dar a vida dentro de campo, fazer nosso papel, a gente sabe da dificuldades, mas tem que ir junto com o torcedor para virar isso logo - argumentou o lateral são-paulino.

O São Paulo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Vasco, no Morumbi, pela 15ª rodada do Brasileirão.


Fonte: Lancepress


COMPARTILHE:
Clique aqui para anunciar
Rádio Porto Feliz no facebook

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122
http://portofeliz.am.br/

Google Maps

Este site também pode ser acessado via iPad/Tablet. Mais mobilidade para você.