Segunda-feira, 16 de Abril de 2018 - 07h32 - Atualizado em: Segunda-feira, 16 de Abril de 2018
Em duelo que teve até dente quebrado, Atlético-PR goleia Chapecoense
Jogo foi realizado no PR
Foto: Cleber Yamaguchi/AGIF

O Atlético-PR estreou com uma vitória de goleada no Campeonato Brasileiro após vencer a Chapecoense por 5 a 1, de virada, na Arena da Baixada. O clube paranaense dominou durante toda a partida e foi preciso no segundo tempo para assegurar os três pontos.

Se a primeira etapa teve muitas chances criadas, mas nenhum gol, no segundo período foram seis gols marcados. Depois de um primeiro tempo de domínio total, o Atlético-PR saiu atrás logo no início da segunda etapa. Porém, o time da casa logo reagiu e goleou a Chapecoense em um ótimo segundo tempo, com gols de Pablo, Nikão, Thiago Carleto, Matheus Rossetto e Éderson, Wellington Paulista anotou o tento dos visitantes.

Na próxima rodada, o Atlético-PR vai a Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, já a Chapecoense recebe o Vasco em Chapecó.

Quem foi bem: Thiago Carleto

O lateral-esquerdo teve participação direta em dois gols do time da casa. No primeiro gol, Carleto fez um bom cruzamento para Pablo marcar e marcou o terceiro gol em uma bela cobrança de falta.

Quem foi mal: Rafael Thyere

O zagueiro da Chapecoense participou diretamente do segundo gol do Atlético-PR. Thyere errou ao tentar tirar a bola de perto da área, mas acabou pegando mal e deixou a bola de sobra para Nikão marcar o gol da virada.

Ribamar perde dois dentes em disputa de bola

O atacante Ribamar sofreu um prejuízo e tanto em uma disputa com Rafael Thyere. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o jogador do Atlético-PR subiu para brigar pela bola e se chocou com o zagueiro, porém, o atleticano acabou perdendo dois dentes, enquanto o atleta da Chapecoense saiu com um corte na cabeça.

Chapecoense estreia camisa com cores da Colômbia

A Chapecoense estreou neste domingo seu novo uniforme inspirado na seleção colombiana. Todo branco, a camisa tem detalhes com as cores da bandeira da Colômbia no peito.

Falta de pontaria marca o primeiro tempo

Os dois times sofreram com a pontaria na primeira etapa. O Atlético-PR dominou grande parte das ações e criou diversas oportunidades, mas não conseguiu finalizar com qualidade e, por duas vezes, parou em Jandrei. A Chapecoense, por sua vez, pouco criou, mas quando chegou também não soube aproveitar as chances.

Jandrei salva Chape e garante o empate na primeira etapa

Aos 33 minutos do primeiro tempo, Jandrei fez uma bela defesa após chute de Nikão. Ribamar cruzou para dentro da área e o meia chegou batendo na marca penal, o goleiro se jogou em direção a bola e conseguiu evitar o primeiro gol do Atlético-PR.

Chape começa segunda etapa com gol no início

Logo aos dois minutos do segundo tempo, Wellington Paulista abriu o placar para a Chapecoense. Canteros cobrou falta para dentro da área e achou o atacante, que subiu sozinho para desviar para dentro do gol.

Furacão garante a vitória em poucos minutos

Apesar de sofrer o gol logo no início do segundo tempo, o Atlético-PR não se abalou e continuou jogando bem. Não demorou muito para que Pablo, Nikão, Thiago Carleto, Matheus Rossetto e Èderson achassem o caminho do gol e garantissem a virada e a vitória de goleada do Furacão. Destaque para o segundo gol, em que Nikão aproveita que Rafael Thyere tirou a bola mal e soltou a bomba da entrada da área para colocar os atleticanos à frente.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 5 X 1 CHAPECOENSE

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Horário: 19h

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo Freitas da Silva (PA)

Gols: Pablo, aos seis do segundo tempo, Nikão, aos 13 do segundo tempo, Thiago Carleto, aos 22 do segundo tempo, Matheus Rossetto, aos 42 do segundo tempo, e Éderson, aos 47 do segundo tempo; Wellington Paulista, aos dois do segundo tempo.

Cartão amarelo: Zé Ivaldo, pelo Atlético-PR; Rafael Thyere e Wellington Paulista, pela Chapecoense

ATLÉTICO-PR

Santos; Jonathan, Thiago Carleto, Bruno Guimarães, Pavez e Zé Ivaldo; Camacho (Deivid), Matheus Rossetto e Nikão (Raphael Veiga); Pablo e Ribamar (Ederson). Técnico: Fernando Diniz

CHAPECOENSE

Jandrei. Apodi (Eduardo), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo (Guilherme) e Cantero; Vinicius (Nadson), Wellington Paulista e Arhtur. Técnico: Gilson Kleina


Fonte: Uol/ esporte


COMPARTILHE:
Rádio Porto Feliz no facebook

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122
https://portofeliz.am.br/

Google Maps

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.