Domingo, 19 de Março de 2017 - 18h21
Grêmio empata com o Veranópolis na Arena
Com o placar, time de Renato caiu para a terceira colocação no Gauchão
Foto: Carlos Macedo /Agência RBS

O Grêmio desperdiçou neste domingo a chance de aproximar-se do líder Novo Hamburgo. Mais do que isso: o empate em 1 a 1 com Veranópolis, na Arena, fez com que a equipe recuasse para a terceira posição na tabela do Gauchão. Ainda assim, segue em situação cômoda para decidir em casa as quartas de final. É o terceiro empate consecutivo no campeonato.

Sem Bolaños, Renato finalmente deu chance a Lucas Barrios desde o início do jogo. Ao mesmo tempo em que atendia a uma reivindicação da torcida, o técnico tentava uma solução arriscada, contra um time entrosado como o da Serra. A entrada do argentino, afinal, implicava a mudança de posicionamento de Luan, que passou a atuar na armação.

Foi clara a dificuldade da equipe na execução de movimentos que costuma fazer com naturalidade. Sem a mesma mobilidade dos demais atacantes, Barrios procurou compensar recuando para iniciar as jogadas. E errou muitos passes nos primeiros minutos.

Do outro lado, o Veranópolis não se limitou a marcar, mesmo fora de casa. Foi ousado na proposta de jogo e criou chances. E foi o primeiro time a chutar a gol. A 17 minutos, Thyerre afastou mal e Kairon, de dentro da área, bateu para defesa de Leo.

Também atrapalhava a mecânica do Grêmio a já identificada dificuldade de Michel e Jailson na transição entre meio e ataque. Como em outros jogos, os dois volantes limitaram-se às tarefas de marcação, o que afetava a criação da equipe. Tudo piorou a 25 minutos. Lançado pela esquerda, Gustavo, na frente de Léo Moura, teve espaço para girar, chutou de longe e venceu Leo, que falhou.

Restava ao Grêmio como solução as investidas de Léo Moura pela direita. Ou a intensa movimentação de Ramiro, que assumiu a responsabilidade de armar. Aos 29, ele deu a Luan, que arrematou para defesa de Reynaldo. Aos 30, a jogada se repetiu, mas Luan caiu na dividida com Léo Dagostini.

Preocupado, Renato aproveitou uma interrupção do jogo por falta e reuniu quatro jogadores na beira do gramado para passar instruções. O primeiro tempo seria encerrado com gol anulado de Lucas Barrios, que, impedido, concluiu para a rede passe de Ramiro. Por reclamação, o centroavante recebeu amarelo a caminho do vestiário.

Renato acertou na mudança feita no intervalo. Em busca de criatividade, trocou Jailson, de baixa produção, por Lincoln. Ramiro, com isso, trocou de função e virou volante.

O gol de empate saiu muito cedo e facilitou a tarefa. E foi um primor. Aos quatro minutos, em passe perfeito de Ramiro, Luan, entre Zé Roberto e Jadson, amaciou no peito, girou e venceu Reynaldo.

Tudo indicava uma virada. Mas o Veranópolis ainda assustou a 8 minutos. Ricardinho avançou pela direita e deu passe a Mateus Santana, que chutou rasteiro para, dessa vez, uma boa defesa de Leo. A pressão do Grêmio se intensificou.

Entrosados, Léo Moura e Luan viraram protagonistas das melhores chances do Grêmio. A 19, Reynaldo mandou a escanteio falta de Léo Moura. A 24, em novo cruzamento de Léo Moura, Reynaldo defendeu para o meio da área e Pedro Rocha, sem marcação, chutou muito alto.

Renato ousou mais um pouco. Deixou Ramiro como único volante e fez estrear Gata Fernández, no lugar de Michel. Era sua última tentativa de acelerar o ritmo para tirar proveito do cansaço do Veranópolis, que era evidente a esta altura.


Fonte: Rádio Gaúcha com Agência Brasil


COMPARTILHE:
Rádio Porto Feliz no facebook

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122
https://portofeliz.am.br/

Google Maps

Este site também pode ser acessado via iPad/Tablet. Mais mobilidade para você.