Terça-feira, 19 de Setembro de 2017 - 07h14
Localizado corpo de jovem desaparecida
Vítima foi encontrada boiando as margens de um rio
Foto: Divulgação

Por volta das 16h30min desta segunda-feira (18), um morador da linha Alecrim, no interior de Frederico Westphalen/RS, avistou um corpo boiando às margens do rio da Várzea e acionou a Polícia Civil (PC).

Os Bombeiros foram acionados e já faziam buscas pelo corpo de, Juliana da Silva Rodrigues, de 27 anos, que estava desaparecida desde o fim da noite de sexta-feira (15), e teria sido morta pelo marido.

O local em que o corpo foi localizado é de difícil acesso, por isso, segundo os policiais civis, a retirada só foi possível por volta das 19h45min.

Alguns familiares de Juliana estavam no local no momento e fizeram o reconhecimento, confirmando que se tratava da jovem.

Ainda conforme a Polícia Civil, o corpo, que foi encaminhado para a necropsia, apresentava diversas perfurações de faca, principalmente na região do tórax.

Também, na tarde desta segunda-feira, a Polícia apreendeu o veículo pertencente ao acusado, que possivelmente foi usado para cometer o crime e transportar o corpo da vítima.

Agora a prioridade da Polícia Civil é revelar todas as circunstâncias que cercam o crime, como, confirmar se ela foi morta dentro do próprio carro, o que motivou o feminicídio, e todos os demais detalhes.

O suspeito do crime e marido da vítima, de 34 anos, se apresentou à Delegacia de Polícia de Frederico Westphalen na noite de sábado (16).

Conforme a Polícia, o casal estava em sua residência, na noite de sexta-feira (15), quando um desentendimento iniciou entre os dois.

A partir disso, eles saíram de casa e não retornaram mais. Inclusive, dois dos três filhos do casal permaneceram sozinhos na residência até a manhã de sábado, quando familiares de Juliana notaram o desaparecimento da mulher e acionaram a polícia.

Além disso, a polícia informou que o homem chegou a confessar o crime para um familiar, morador de Iraí.

O suspeito ainda havia relatado que após matar a esposa, teria jogado o corpo dela no rio da Várzea, entre as localidades de linha Salete, em Iraí, e o distrito de São João do Porto, em Frederico.

Porém, ao se entregar à Polícia Civil ele não confessou o crime e nem relatou onde estaria a esposa.


Fonte: Suseli Cristo e Gustavo Menegusso / O Alto Uruguai


COMPARTILHE:
Rádio Porto Feliz no facebook

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122
https://portofeliz.am.br/

Google Maps

Este site também pode ser acessado via iPad/Tablet. Mais mobilidade para você.